segunda-feira, 5 de junho de 2017

Sobre balas e bolos

Depois de algum tempo juntas, acabo de te deixar. Preciso passar algum tempo em casa.

Enquanto estou no metrô vejo três senhores papeando sobre a vida... Falam de futebol, do carro que não funcionou, do dia de trabalho, sobre ser domingo a noite... Mas, além de tudo, estavam compartilhando um novo sabor de bala. Para eles, ela era incrível por ser azedinha, fresca, "parecendo eucalipto".

Parei pra pensar.

Naquele momento, ainda te sentia junto de mim, e queria que aquela sensação durasse o maior tempo possível, em ter seu cheiro perto de mim e aquele gosto de vida. Mesmo assim senti uma vontade forte de algo doce.

Talvez minhas papilas reconhecessem o sabor que você tem em minha vida, ou só quisessem pedir de novo aquele sabor, igual ao de ter um bolo quentinho e fofo saindo do forno, vendo que toda aquela receita atrapalhada deu certo, e se sentir orgulhosa em ter um bolo alto e com uma cobertura brilhante e gostosa pra admirar.

Esse amor, essa relação num domingo à noite não é um sabor de bala de eucalipto nova.

É bolo doce.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...