segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Não entendo

É como se eu estivesse esmaecendo e sumindo numa neblina sem fim.
Você não estende a mão.
Olha e chora, simplesmente.
Você não me estende a mão.
E só...
Me deixa ir.

Por outro lado, não quero mas vou.
Espero sua mão e os dedos quentes nesse frio nebuloso.
Estico os tendões pra te alcançar, mas nunca chego.
Não consigo ver que você
Olha e chora, simplesmente.
E me deixa ir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...