quinta-feira, 1 de julho de 2010

010610

   Naquele momento não sentia mais o chão, e muito menos suas mãos. Não sentia dor nem alegria. Esperava que aquele longo segundo passasse. Aquela claridade em meus olhosme cegava, e durante anos, para mim, te procurei. Não te via, me desesperei. Não sinto nada. Não te vejo. Derrepente o impacto. Senti como se merecesse, por não te achar. Mas achei que agora nos encontraríamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...