quarta-feira, 2 de junho de 2010

Brigada

   E naquele momento percebi o que passara em nossas vidas, a minha e a dele. Enfim havíamos nos encontrado. Estávamos frente a frente, um olhando para o outro, confrontando a história e nossas ideologias. Em volta, toda aquela confusão gritos e choro. Eu, com meus companheiros da força armada, combatendo os estudantes, onde ele estava. No meio de tudo aquilo nos encontramos, e olhávamos um nos olhos do outro, sabíamos que aquele momento chegaria. Tudo levava a isso, evitávamos o inevitável. Tudo isso passou em segundos por minha cabeça, e acredito que pela dele também. Grandes segundos, enormes segundos.

   Não proferimos nenhuma palavra, nenhum som. Estávamos estáticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...