quarta-feira, 17 de junho de 2009

Cui cui

Ver seu corpo jogado na parede, como se fosse um saco ou sei lá o que.
Ver seus olhos fechados serenamente, e a boca aberta.
Sentir seu corpo gelado, ao meio dia.
Foi o último dia sofrido
Saber que você não volta.
Saber o quanto foi pra mim.
Saber o quanto eu gostava de você.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Não sei o que faço.

Acho que vou explodir de raiva, não sei o que faço.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

domingo, 3 de maio de 2009

Voltei a escrever
Achei uma inspiração
Agora as palavras fluem
Sem complicação.

Preciso aumentar meu vocabulário
Para te impressionar
Preciso usar meu dicionário!
Você me faz pensar.

As minhas rimas são fracas,
Não chegam nem perto das suas
Mas quem disse que estou competindo?

Não estou indecisa
Queria saber meu futuro
Para acabar logo com essa belinda.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Frívolo.

Meus olhos abertos

Aguardam o dia pra te ver

Eles sabem de você.



Reconhecem tudo

E não sei se posso dizer

Sem querer, sem saber

O que você vai responder.



Meus olhos atentos

Te querem, sem saber

Te esperam, sem querer.



Observam o dia, o céu

Talvez saibam o que me espera



Meus olhos impacientes

Desprezam o

sábado, 10 de janeiro de 2009

Estou no Jamboree.

jamboreedefoz.blogspot.com

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Caras

"Sempre que puder, invista.
Não troque um livro por cem quilos de revista."
João Caldeirão

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...